A melanina e sua relação com a micropigmentação

26 d maio d 2016

232

A minha opinião sobre a relação da melanina é considerada bastante polêmica. Após estudar o tema, debater e conversar com especialistas, afirmo que a melanina não possui nenhuma influência na cor da tinta da micropigmentação. Alguns profissionais podem se assustar com essa ideia.
Volto a reafirmar: a melanina não absorve, não interfere e não altera a tinta de pigmentação em qualquer técnica usada e nem na tatuagem artística. A explicação é biológica.
A melanina não é uma célula e, sim, um subproduto da célula chamada melanócitos. Assim, não possui a habilidade de fagocitar, ou seja, absorver para dentro de si a molécula dos pigmentos. Ela é um pigmento natural da pele produzida pelo organismo.
Em termos gerais, não consegue puxar o pigmento para dentro de si e, consequentemente, clarear ou mudar o tom do pigmento. A tinta usada para a micropgimentação é sintética e produzida externamente. Voltando a biologia, esse elemento é chamado de exógeno, ou seja, tem sua origem fora do corpo.
Por isso, caso haja alteração na cor de um procedimento, tenha certeza que a causa não foi a cor da pele da cliente e sim, outro fator. É importante identificá-lo para a correta correção do problema.